Anúncios AdSense

We Love the Beatles Forever

Pesquisar este blog

Seguidores

sábado, 23 de fevereiro de 2008

Minha Historia com George...

Desde criança (Sempre foi assim, sempre será) temos a obrigação de sermos católicos (Apostólico Romano), e até entendo. Éramos criancinhas e não pudemos fazer "escolhas"..Escolheram por nós e, nisso, a Igreja fez um excelente trabalho nas mentes de nossos avós, mães, madrinhas, e por aí vai...Por favor, nada contra a "Igreja", tenho muitos amigos Padres, pois trabalho com e para eles...Bem..
Lá pelo final dos anos 80 (1987), cursava o 3º ano de Química. Tempos bons aqueles, que tinhamos a "graça" de pegar um ônibus da Tijuca e ir até Vaz lobo...Certo dia, estávamos numa dessas "viagens", de casa até o colégio, quando entrou uns caras de "cabeças" raspadas, chinelos, pregando não sei o que...Na época, eu não lia muita coisa, a não ser, Murilo Rubião, Wander Pirolli, Clarisse Lispector, Lygia Fagundes ,etc...

Aqueles caras (doidos_para mim) estavam vendendo um livrinho de um monge filosófo indiano. Comprei (não tenho saudades do Cruzado) o Livrinho. Nem sabia o conteúdo, mas, pra ajudar "aquelas pobres almas", comprei o livrinho. Mas foi a capa que me chamou a atenção, com muitas cores, moças e rapazes dançando ao lado de uma fonte, muito ilustrativa a capa. Mas, deixei pra lá, iria ler depois... Na noite do mesmo dia, acabei abrindo pra dar uma "paginada". Mas apaixonei-me pelo assunto, em questão..."Desgustei" o Livro ferozmente como se fôsse uma refeição pronta que meu espírito pedia...Um cara que é: Filósofo, Escritor, Líder religioso e..."conviveu com alguns dos Beatles? Bem...De alguma forma, eu conhecia George Harrison, obviamente. Conhecia pouco, apenas como Músico/Compositor/Cantor...

Bem, tava ali, o homem que apresentou-me George Harrison: Srila Prabhupãda Lilãmrta...A partir daí, passei a "consumir" os livros de Srilla, como.."Filosofia Védica", "As 26 qualidades do Devoto", "A Voz da Rendição"...E, cheguei a George, cheguei a Krishna, cheguei ao Mantra, Cheguei à Vida...
Amava, adorava as músicas dos Beatles. Mas o ex-garotinho católico, agora, adulto, acendia insensos pela casa, cantava Mantras, ouvia George Harrison...Minha vida mudara, minha consciência também (não tanto politica!.. eu, vindo de uma familia de Comunistas/Marxistas, nada poderia surprender-me... Ledo engano, Senhor Johnny!!!)
Ouvia George Harrison todos os dias, minutos, segundos...Tudo era "pretexto
" pra estar com George...Sem saber, eu já o amava...Não mais como um "Beatle" (me desculpem os fãs da Banda). Talvez, vez em quando, ouvia "I Want to hold your
Hand", "Please Please me"...ou um..Revolver ou Rubber Soul...Mas nada era mais do que George...Pra mim, George era a tradução do que havia de mais belo na humanidade...Uma pessoa serena, com pureza de bondade, uma pessoa bela, não "esteticamente", até porque ele era muito bonito...Mas era "superior a todos os modismos plantados por uma mídia violenta"...
Por causa dele_George, não lia mais Clarisse, nem os textos de "Che". Deixei as estantes empoeiradas de Lennin falar por si só...Ainda que, militando no movimento "CECUN"! (Centro de Estudos da Culrura Nêgra) e na UNE, acabei deixando-os quando eu "tinha algum tempo", mas não tinha tempo mais pra Filosofias baratas, nem um bando de Caças-a-Bruxas, nem apêlos racistas imperados pela esquerda dominante...Não podia estar no "CECUN", pois todas as cores sao belas, George não tinha cor, George era o meu arco-íris, meu 'DEUS` de todas as cores... Revestido numa única beleza: GEORGE HARRISON.


Por anos, vivi por George, vivi a vida que era dele, senti suas lágrimas, seu perfume, vi o Horizonte através de seus olhos e toda a dor do mundo, Amei George, Vivi George, Busquei George, perdi George...Um pedaço do meu mundo foi-se com ele..Bem, mas ele não queria isso...Então sigo adiante, tentando "dormir meus sonhos" e sonhar com George, e acordar mais satisfeito da dor que aperta meu rosto ao lembrá-lo e não cansar de ouvir meus "Mantras"...Lucy, minha grande amiga, minha Rainha, já bronqueou comigo, pois, sempre quando conversávamos, eu _inconsciente, talvez, obrigava-a a ouvir "Mantras"... Acho que ouço menos Mantras do que antes, mas ainda ouço...Não tanto como devia, mas tornou-se um vicio, uma doutrina, meu "mundo que gira em torno de George"...E, eu não posso ficar sem George...Não poderia, porque não conseguiria..Porque o amo...Fácil assim... Como tá chegando o aniversário de DEUS George, fica aqui registrado todo o meu amor, toda a minha paixão, para um cara que fez o que poucos conseguiram fazer: "Que se dane Fidel e os Marxistas, porque eu tenho a tu, Sir, GEORGE HARRISON...Te amo!!!



George Harrison - My Sweet Lord
My sweet lord
Hm, my lord
Hm, my lord
I really want to see you
Really want to be with you
Really want to see you lord
But it takes so long, my lord
My sweet lord
Hm, my lord
Hm, my lord
I really want to know you
Really want to go with you
Really want to show you lord
That it wont take long, my lord (hallelujah)
My sweet lord (hallelujah)
Hm, my lord (hallelujah)
My sweet lord (hallelujah)
I really want to see you
Really want to see you
Really want to see you, lord
Really want to see you, lord
But it takes so long, my lord (hallelujah)
My sweet lord (hallelujah)
Hm, my lord (hallelujah)
My, my, my lord (hallelujah)
I really want to know you (hallelujah)
Really want to go with you (hallelujah)
Really want to show you lord (aaah)
That it wont take long, my lord (hallelujah)
Hmm (hallelujah)
My sweet lord (hallelujah)
My, my, lord (hallelujah)
Hm, my lord (hare krishna)
My, my, my lord (hare krishna)
Oh hm, my sweet lord (krishna, krishna)
Oh-uuh-uh (hare hare)
Now, I really want to see you (hare rama)
Really want to be with you (hare rama)
Really want to see you lord (aaah)
But it takes so long, my lord (hallelujah)
Hm, my lord (hallelujah)
My, my, my lord (hare krishna)
My sweet lord (hare krishna)
My sweet lord (krishna krishna)
My lord (hare hare)
Hm, hm (gurur brahma)
Hm, hm (gurur vishnu)
Hm, hm (gurur devo)
Hm, hm (maheshwara)
My sweet lord (gurur sakshaat)
My sweet lord (parabrahma)
My, my, my lord (tasmayi shree)
My, my, my, my lord (guruve namah)
My sweet lord (hare rama)
(hare krishna)
My sweet lord (hare krishna)
My sweet lord (krishna krishna)
My lord (hare hare)

http://phobos.apple.com/WebObjects/MZStore.woa/wa/viewAlbum?i=276181617&id=276181611&s=143441

2 comentários:

Lucinha Beatle disse...

É muito bonito o seu amor por George, Johnny!
Sobre o fato de você ouvir mantras, apenas achei que eles te deixavam mais triste, em determinados momentos, então sugeri que você ouvisse outro tipo de música, mas apenas quando estivesse triste, ou seja, em determinados momentos, ok?

33 & 1/3 disse...

Eu não podia deixar de fazer meu comentário depois desse texto tão bonito e sincero!!! Uma verdadeira declaração de amor ao George Harrison!!! Reconheci em mim a admiração do Johnny por este artista tão completo, simples e único, que durante toda a sua carreira nos emocionou com lindos solos de guitarra e grandes canções!!! Por muitas vezes, as músicas de Harrison me confortaram... Quando passava por momentos difíceis, era escutando suas músicas que me traziam paz ao coração e a alma. E hoje, que estou vivendo um grande momento na minha vida pessoal, continuo escutando suas canções e mensagens belíssimas!!! Seus acordes continuam iluminando a todos nós, por isso, vamos comemorar o dia em que essa pessoa tão especial passou pelas nossas vidas! Hare Krishna George!!!